Não sei se te quero mais

Eu sempre defendi o uso de medicamentos para quem sofre de ansiedade, depressão e outras doenças da mente.

Afinal, tem muita química além da dor psicológica, ou mesmo muita química provocando a dor psicológica.

Mas às vezes… ah, às vezes, eu só queria parar com tudo. Queria largar todos. Deixar de lado os quatro que tenho que ingerir diariamente.

Sofreria loucamente por uns 15 dias pelo desmame. E depois? Depois não tenho ideia do que seria de mim.

Não sei dizer e nem admito que ninguém venha aqui dizer que eu ficaria muito melhor (porque é muita irresponsabilidade fazer isso com o outro).

Eu só estou cansada. Tão cansada de testes e tentativas falhas, e passar mal, e tomar mais e mais pílulas, e gastar mais e mais dinheiro e continuar me sentindo fisicamente mal, e mal e mais muito mal.

Do psicológico eu nem sei mais; minha cabeça dói tanto que não consigo sofrer pelos males da alma.

Às vezes, eu só queria parar. Só. E dormir. Só parar e dormir. Hoje eu tô que nem a covid de Bolsonaro: lutando para sobreviver em um corpo estranho e hostil.

Um comentário em “Não sei se te quero mais

  1. Ficar dependente do remédio é ruim, mas realmente ficar sem deve ser pior.
    Bom ver você postando no blog novamente os textos que estavam no Instagram, aqui é bem mais fácil de ler e também de “resgatar” depois pra ler novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s