Publicado em Seriados

Spoileando

Só para justificar que sumo eventualmente daqui porque tenho trabalhado loucamente, seguem alguns textos que fiz para o Spoiler, do Yahoo, nos últimos tempos:

‘Psi’ mostra um psiquiatra com pitadas de herói

Contardo Calligaris é um psicanalista italiano radicado no Brasil e colunista de um grande jornal. Além desses títulos e de milhões de outras coisas interessantes que já fez na vida, ele também éroteirista da nova produção nacional da HBO, ‘Psi’.

Baseada no personagem Carlo Antonini, psiquiatra presente em dois livros de Calligaris(‘O Conto do Amor’ e ‘A Mulher de Vermelho e Branco’), a série acompanha as aventuras do profissional que é quase um super-herói intelectual. Antonini, interpretado por Emilio de Mello, que ganhou meu coração quando foi o jornalista Guerra da belíssima novela ‘Lado a Lado’, leva seus conhecimentos sobre as ações e reações humanas para o lado de fora de seu consultório.

——————————————————————————————————————————————

É difícil acreditar que ‘Believe’ será uma grande série

Alfonso Cuarón, que recentemente abocanhou vários prêmios no Oscar 2014 incluindo o de Melhor Diretor por ‘Gravidade’, é o produtor executivo da mais nova série da Warner, junto com Mark Friedman e JJ Abrams. Este último, apesar de ter sido responsável por‘Felicity’ e pelos filmes baseados em ‘Star Trek’, ainda precisa comer muito feijão com arroz para superar o fiasco do final de ‘LOST’, que tinha tudo para ser uma das grandes séries do século. Sim, sou muito ressentida com o Sr. Abrams.

E mesmo com o fato de existir esse envolvimento e talento de Cuarón, ‘Believe’ não mostra absolutamente nada de mais, nada de novo e nada de interessante no universo dos seriados. Lançada pela NBC nos Estados Unidos e pela Warner no Brasil, a história gira em torna de Bo (Johnny Sequoyah), uma garotinha com poderes sobrenaturais, que ninguém sabe exatamente qual o seu potencial, mas todos a querem, para o bem ou para o mal.

————————————————————————————————————————————

A grande vantagem de ser presidente dos EUA

Alguns acabariam com guerras; outros começariam batalhas, destruiriam países, aumentariam territórios e chegariam até a Lua. Mas o importante mesmo de ser um dos maiores líderes mundiais é ter o poder para conseguir assistir aos episódios dos seus seriados favoritos antes de todo o mundo.

Pois Barack Obama usou toda a sua influência como presidente dos Estados Unidos para tentar ‘descolar’ com o Diretor Executivo da HBO, Richard Plepler, os novos capítulos de True Detective – que já exibiu 5 dos 8 de sua primeira temporada na televisão – e ‘Game of Thrones’, que só estreia sua quarta temporada em 6 de abril.

——————————————————————————————————————————————

Já sabe né? Para ler os textos completos basta dar uma passadinha por lá!

Anúncios
Publicado em Cinema, Seriados, TV

Trabalho

O tempo não pára de passar com uma velocidade assustadoramente cansativa. De um jeito que sequer consegui pensar em promessas de Ano Novo ou lamentações sobre o que passou para escrever neste lugar público onde espero ser lida. Mas um dia, assim, como quem não quer nada, apareço por aqui e dou uma atualizada sobre a vida… por enquanto, um pouco do trabalho passado, do Spoiler.


Filme de ‘Confissões de Adolescente’ surpreende (surpreende porque eu esperava o pior, relembre)

‘Confissões de Adolescente’ é uma das séries da minha vida. Em uma época difícil de mudanças por todos os lados, eu encontrava conforto assistindo aos episódios. Ela estreou em 1994, no dia do meu aniversário, na TV Cultura (e depois também foi exibida pela Band e pelo Multishow). Na época completei 13 anos e encontrei ali grandes amigas; elas me entendiam, me apoiavam e até compartilhavam dos mesmo medos e pensamentos estúpidos que eventualmente me faziam perder o sono.

Eu me vestia como Carol, a caçula meio ‘menino’ de Déborah Secco. Mas ao mesmo tempo era tão romântica e boba quanto Natália (Daniele Valente). Achava o cabelo e a impulsividade de Bárbara (Georgiana Góes) incríveis e, quem diria, fiz a mesma faculdade que Diana (Maria Mariana): jornalismo.

Continua..

‘Amores Roubados’ não ousa e não anima

‘Amores Roubados’ ganhou fama antes mesmo da sua estreia pelo motivo errado. Ninguém queria saber sobre a história de traição e vingança no sertão. Todos queriam saber detalhes sobre a separação do protagonista, que teria terminado seu casamento perfeito com a ex-BBB/atriz, por conta de um caso com sua colega de trabalho.

Pois mesmo quem não se interessa tanto por seriados e é chegado numa fofoca deve ter ligado a TV para conferir a química entre Cauã Reymond e Isis Valverde. E se surpreendeu com a química entre o moço em questão e Dira Paes – que recentemente fez a suburbana mãe de Morena na novela ‘Salve Jorge’ e agora, como uma rica perua do interior do Nordeste, mostra toda a sua versatilidade como atriz (além do seu corpo invejável exposto logo de início para mostrar o que vem por aí).

Continua..

Publicado em Seriados

Bloco de textos publicados no Yahoo Brasil

Eis aqui, com um pequeno atraso, os últimos textos que escrevi para o Spoiler.

Portugal e os títulos dos seriados

Inspirada pela notícia de que ‘Breaking Bad’ será exibido pela Record, perguntei no facebook qual seria a belíssima tradução para o título do seriado que usariam – não só no cinema acontece esse ‘pequeno probleminha’ de títulos que não têm absolutamente nada a ver com o nome original.

E eis que um comentário me inspirou a fazer esse post. Lá eu descobri que, em Portugal, ‘Breaking Bad’ é conhecido como ‘Ruptura Total’. E fiquei curiosa para saber que outras traduções esquisitas são feitas pelos nossos companheiros de língua materna.
Existem os títulos óbvios como ‘Bones’ = ‘Ossos’ e ‘Lost’ = ‘Perdidos’, mas também existem outros que merecem ser mencionados, não apenas pela graça da diferença nas palavras e expressões entre o português de Portugal e o do Brasil, mas pela total incompreensão de onde saiu aquela tradução.

Leia mais aqui.

 Tapas, beijos e mulheres à beira de um ataque de nervos

Pela abertura, título e música tema fica bem óbvio que ‘Tapas & Beijos’ é um seriado sobre relacionamentos, certo? Errado. ‘Tapas & Beijos’ é um seriado sobre mulheres descontroladas. Eu sei que isso não é nenhuma novidade, afinal, ele já está no ar da Globo desde 2011 mas, assistindo ao episódio desta terça (5/11), me peguei pensando nessas mulheres loucas e tão comuns.
Porque é isso mesmo: Fátima (Fernanda Torres) e Sueli (Andréa Beltrão) são descompensadas e quem disser que nunca se identificou com nenhuma das duas, em nenhum momento, estará mentindo.

As histórias são repetitivas. Você pode passar semanas sem acompanhar nenhum capítulo e, fora um personagem ou outro que apareça ou uma situação diferente que tenha continuidade, são os momentos cômicos dos núcleos peculiares e a sequência de encontros, desencontros, erros e acertos que fazem com que os capítulos sejam leves e divertidos, ótimos para passar o tempo após o dramalhão recheado de clichês e péssimas interpretações de ‘Amor à Vida’, atual novela das 21h da Globo (sorte a sua se não sabe do que se trata).

Continua…

O politicamente incorreto de Miguel Falabella

‘Pé na Cova’ é um show de horrores. O seriado tem o texto, o jeito e a cara de Miguel Falabella que, pelo visto, aproveita o espaço para fazer o que quiser. A impressão que tive ao assistir o episódio da última terça-feira chamado de ‘À Deriva’ foi que ele reuniu uns amigos, umas figuras que ele admirava ou achava interessantes por algum motivo específico, juntou tudo numa panela, mexeu e fez a série.

Só para situar quem nunca assistiu ou ouviu falar do seriado, ‘Pé na Cova’ mostra as confusões de uma família dona de uma funerária no subúrbio carioca, a F.U.I. (Funerária Unidos do Irajá). Nada, mas nada a ver com a grande série ‘A Sete Palmos’, que fique bem claro. Ela está na segunda temporada mas já teve seu contrato renovado para uma terceira em 2014.

Mais no Spoiler.

Publicado em Pensamentos, Seriados

A cara da mãe

Acho que ainda não tinha comentado por aqui que o ‘Spoiler’ agora virou meu filho. E tá com a cara da mãe (ok, ainda não totalmente em vários aspectos mas isso se ajeita aos pouquinhos). Ele inicialmente foi criado para ser de toda a redação do Yahoo: quem gostasse de seriados e quisesse escrever sobre qualquer um era só chegar. Mas desde que eu cheguei na empresa, fui a única a atualizar – infelizmente não tanto quanto gostaria.

Pois o tempo foi passando e a adoção foi feita. Ainda não consigo manter uma grande frequência de atualizações mas, ter a minha cara (e só ouço a voz do meu pai nesse momento me corrigindo ‘cara não Papá, rosto’) faz com que a responsabilidade aumente e a vergonha de deixá-lo às moscas também!

Quem quiser passar lá para dar uma olhadinha nas últimas novidades que não coloquei aqui como uma crítica sobre Elementary, uma novidade sobre Breaking Bad e uma lista com algumas séries brasileiras na TV fechadoclicar.

Tentarei deixar “meu peixe” para os devaneios e desabafos habituais, afinal, ele é um grande ouvinte que não reclama do meu mimimi – só dos eventuais erros de português – e vez ou outra até me ajuda com conselhos. Pra quê melhor?

Atualmente tenho 3 blogs e duas editorias para cuidar. Me desejem sorte! :)

Publicado em Pensamentos, Seriados

Ampliando os horizontes

spoiler

Para quem não sabe, a palavra inglesa Spoiler significa aquele que subtrai deteriorando, degradando, delapidando ou depredando algo. Usado para pessoas que são mimadas ou, mais comumente no universo audiovisual, como o famoso “estraga-prazer”.

Todo mundo já passou por isso: você está ansiosíssimo(a) para assistir tal filme ou tal episódio daquela série de suspense favorita que terminou de forma dramática e/ou misteriosa. Aí vem um sem-noção numa mesa de bar ou rede social e faz questão de comentar, detalhadamente, o que aconteceu naquela cena tão esperada e que deveria ser secreta para não acabar com a emoção de quem não viu até o momento.

E cada vez mais o termo spoiler está associado a seriados de TV. Principalmente porque, diferentemente dos filmes que têm curta duração, as séries duram temporadas, meses, anos com histórias que viciam e criam, cada vez mais, interesse em todo o tipo de gente, em todas as partes do mundo. E não tem para onde correr caro leitor: em algum momento da vida você já sofreu ou cometeu um spoiler por aí criando ou entrando para a lista negra de muitos. Às vezes é mera empolgação do momento; pode ser também por distração ou por vontade de parecer interessante em uma conversa. Acontece.

Sabe os personagens de LOST? Todos morreram no tal desastre de avião. Carrie Bradshaw fica com Mr. Big (que se chama John James Preston) e House foge com Wilson no final.

Hoje publiquei meu primeiro texto no blog SPOILER, do Yahoo!. Foi sobre o último episódio da terceira temporada de Game of Thrones. Se não se importa de saber algumas coisas que aconteceram, passe lá. :)