Paloma Guedes

De tudo um pouco sobre o penso, o que faço, o que falo…

Já para o confessionário — 15/01/2014

Já para o confessionário

Programa que esta que vos escreve apresenta ao lado de Fabiana Piasentin, no Yahoo, sobre o Big Brother Brasil. Para os que amam, para os que odeiam e para os que amam odiar – só de fachada pois não resistem e sempre dão uma “espiadinha”.

Para assistir clique aqui.

Anúncios
Trabalho — 13/01/2014

Trabalho

O tempo não pára de passar com uma velocidade assustadoramente cansativa. De um jeito que sequer consegui pensar em promessas de Ano Novo ou lamentações sobre o que passou para escrever neste lugar público onde espero ser lida. Mas um dia, assim, como quem não quer nada, apareço por aqui e dou uma atualizada sobre a vida… por enquanto, um pouco do trabalho passado, do Spoiler.


Filme de ‘Confissões de Adolescente’ surpreende (surpreende porque eu esperava o pior, relembre)

‘Confissões de Adolescente’ é uma das séries da minha vida. Em uma época difícil de mudanças por todos os lados, eu encontrava conforto assistindo aos episódios. Ela estreou em 1994, no dia do meu aniversário, na TV Cultura (e depois também foi exibida pela Band e pelo Multishow). Na época completei 13 anos e encontrei ali grandes amigas; elas me entendiam, me apoiavam e até compartilhavam dos mesmo medos e pensamentos estúpidos que eventualmente me faziam perder o sono.

Eu me vestia como Carol, a caçula meio ‘menino’ de Déborah Secco. Mas ao mesmo tempo era tão romântica e boba quanto Natália (Daniele Valente). Achava o cabelo e a impulsividade de Bárbara (Georgiana Góes) incríveis e, quem diria, fiz a mesma faculdade que Diana (Maria Mariana): jornalismo.

Continua..

‘Amores Roubados’ não ousa e não anima

‘Amores Roubados’ ganhou fama antes mesmo da sua estreia pelo motivo errado. Ninguém queria saber sobre a história de traição e vingança no sertão. Todos queriam saber detalhes sobre a separação do protagonista, que teria terminado seu casamento perfeito com a ex-BBB/atriz, por conta de um caso com sua colega de trabalho.

Pois mesmo quem não se interessa tanto por seriados e é chegado numa fofoca deve ter ligado a TV para conferir a química entre Cauã Reymond e Isis Valverde. E se surpreendeu com a química entre o moço em questão e Dira Paes – que recentemente fez a suburbana mãe de Morena na novela ‘Salve Jorge’ e agora, como uma rica perua do interior do Nordeste, mostra toda a sua versatilidade como atriz (além do seu corpo invejável exposto logo de início para mostrar o que vem por aí).

Continua..

Quando Michael Douglas deixou de ser machão — 19/10/2013

Quando Michael Douglas deixou de ser machão

Michael Douglas e Matt Damon em ‘Behind the Candelabra’

Não tem jeito: o que mais atrai a curiosidade sobre ‘Behind The Candelabra’ (‘Por Detrás do Candelabro’ em português) nem é a história do romance entre Liberace e Scott Thorson. O mais interessante é ver Michael Douglas interpretando o personagem. Afinal, Douglas é o ‘José Mayer mundial’: aquele ator que sempre interpreta o ‘macho alfa’, o ‘pegador’, o ‘homem de negócios implacável’, o ‘tira durão’, o ‘irresistível’. Fora que o fato de ser ninfomaníaco na vida real só aumenta esse seu status de super-galã.

E aí vem a notícia de que é ele quem fará o pianista super afetado coberto de ouros, perucas e brilhos. Sim, Liberace era gay mas fazia de tudo para esconder isso. E essa é uma das partes importantes do filme que ganhou 11 prêmios Emmy.

A história, baseada em um livro escrito por Scott, foi dirigida por Steven Soderbergh (de ‘Sexo, Mentiras e Videotape’, ‘Traffic’, ‘Erin Brockovich’, ‘Onze Homens e um Segredo’, ‘Che’ etc) e pensada inicialmente para os cinemas mas, sem conseguir financiamento, foi produzida pelo canal de TV HBO.

Mais no Yahoo.

Os mais ricos da TV nos EUA — 18/10/2013

Os mais ricos da TV nos EUA

A Forbes – respeitada revista americana de negócios e economia que sempre lança suas listas dos ricos e bem sucedidos – divulgou quem são os 10 atores mais bem pagos da TV nos Estados Unidos em 2013.

Garantindo invencibilidade desde o ano passado e encabeçando a fila de milionários está Ashton Kutcher, que começou a carreira na série ‘That ’70s Show’, investiu nos caminhos cinematográficos e retornou para a TV substituindo o surtado Charlie Sheen em ‘Two and a Half Men’. No último ano o ator embolsou a bagatela de 24 milhões de dólares.

Veja quais foram os outros atores que também juntaram uma ‘pequena fortuna’ em 12 meses clicando aqui.

Sou melhor atriz que Marina Ruy Barbosa — 20/07/2013

Sou melhor atriz que Marina Ruy Barbosa

Maria Ruy Barbosa

Essa é a mais pura verdade. E eu sou jornalista. Tenho zero de atuação no meu currículo – exceto por peças traumáticas feitas na época de escola ou um vídeo institucional que apresentei há alguns anos onde tive que fazer uma leve canastrice de início. Mas depois do capítulo de Amor à Vida que assisti há pouco tenho certeza que o talento de qualquer um para interpretação deve ser maior do que a da ruiva-adolescente mais falada nos últimos tempos.

Acho, inclusive, que Marina Ruy Barbosa deveria assumir mesmo o status de “it-girl”, “princesa” e “modelo” e largar de mão desse negócio de ser atriz. Hmmm, mas acho que isso não vai acontecer porque é a partir das novelas que surgem os contratos quase milionários com marcas de cosméticos que fazem com que ela se recuse a raspar o cabelo quando sua personagem tem câncer. E não é que agora até Carolina Dieckmann passou a merecer meu respeito?

A cena foi a seguinte: Nicole, que tem a doença em estágio avançado e pouco tempo de vida, passa mal e vai para o hospital. Aí começa a bagaceira: deitada na cama, de olhinhos fechados, começa a balbuciar palavras de um jeito que nem Ferris Bueller (ídolo de Curtindo a Vida Adoidado) cogitaria fazer para enganar os pais e evitar um dia de aula. É sério, muito sério.

Foi amador, foi tosco, foi constrangedor. E ela balbuciava as palavras com pausas dramáticas até que abriu os olhos e começou a fazer cara de louca para pedir que um mocinho dissesse que a amava. Nem a maquiagem ajudou a “coitada”: encheram alguns pedaços de sua boca com base para dar aquele aspecto apagado de doente mas deixaram os cantos rosados. Senti vergonha alheia das boas.

Eu acho mesmo é que Paolla Oliveira deve ter ficado feliz. Acharam alguém pior que ela na trama das 21h.