Tô sofrendo, e daí?

Enquanto seguia com meu repertório de lamúrias porque “ontem comecei o desmame de um dos remédios para semana que vem começar outro novo e esperar outras semanas para sentir ou não sentir os efeitos e como está difícil essa quarentena já que minha vida estava parada há muito tempo e segue assim”, fui confrontada com a minha própria falta de noção e empatia.

Se eu sinto pela vida que estaria recomeçando, quão doloroso é para as pessoas que tinham uma vida intensa e ativa interrompidas? As mães, como muitas das minhas melhores amigas, que não sabem bem o que fazer em relação a educação dos filhos? Um ano pode estar perdido no processo de aprendizagem e desenvolvimento de muitas crianças.

Isso porque tento não pensar o dia inteiro nas pessoas que perderam pessoas para o covid e naquelas que enfrentam filas, confusão e contato físico para a retirada de 600 reais ou mesmo 55 em compras de mercado.

Às vezes a blindagem pela sobrevivência nos cega, afinal, eu acho impossível conseguir ter uma vida minimamente satisfatória com a plena consciência do sofrimento de tanta gente no mundo inteiro. É impossível e por isso a alienação se faz necessária. Mas para quem tem consciência e responsabilidade social, tal alienação não é completa: ela funciona apenas como um escudo para a sobrevivência, mas que não nos cega sobre o que acontece aqui ou ali.

É muito importante parar e pensar no outro quando se permite que a dor chegue; além do meu umbigo, e bem próximo à ele, a vida também segue impossível.

Hoje fui lembrada em uma conversa do dia a dia o que venho trabalhando há muito tempo na terapia: devo reclamar menos, sofrer menos, doer menos, pesar menos. Esse é o grande objetivo da minha vida e talvez uma pandemia mundial me ajude a alcançar junto com tratamentos, conversas, leituras, desesperos, euforias, angústias, doses de empatia e pílulas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s