Sou ateia mas eu sou baiana

Eu admiro tanto e acredito que Poca e Tata acreditam tanto e com tanto amor e com tanta força na fé delas, que andar muitos quilômetros debaixo de um sol fervente ao lado das duas vale muito a pena.

Eu, que não sou de fé, me sinto acolhida. Peço banho de alfazema na cabeça para a baiana, amarro fitinha na grade da Igreja e no pulso enquanto penso fortemente no que mais desejo e caminho confortável entre a fé alheia como se fosse minha, afinal, eu já disse, né? Sou ateia mas sou baiana. Respeito, admiro e até participo. Que o Senhor do Bonfim e Oxalá olhem por mim.

Captura de Tela 2020-07-09 às 04.03.22

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s