Carta de Amor

Enéas é um ex-comunista que virou anarquista. E zen. Ele foi o amor da minha vida e meu melhor amigo durante muitos anos.A vida mudou e sigo na terapia tentando entender todos os sentimentos intensos e confusos que tenho por ele.

Enéas me fez ser uma criança/pré-adolescente esquisita que amava Almodóvar e lia Milan Kundera, ao mesmo tempo que me levava para as obras (ele é engenheiro) e jogava bola comigo.

Com ele, tudo era diferente da vida “real” que outras crianças tinham. Na adolescência ele me disse: “Papá, quando um cara que mal te conhece disser que você é especial fuja porque é cafajeste”. Grande conselho.

Liguei tantas vezes para ele aos prantos porque tinha levado um fora do “cara legal” da vez. Eu desabafava e ele escutava.

Ele queria que eu continuasse com as aulas de piano, fizesse faculdade, montasse “uma bandinha” e vivesse de música. Infelizmente ele não me obrigou (nunca fez isso, só quando eu tinha que tomar uma colher de penemonex toda manhã – sigo com esse trauma), e hoje me arrependo profundamente de não ter seguido seu conselho.

Ele é naturalista e não gosta de geladeira. Gosta de malzbier “quente” e come banana com casca. Adora comprar coisas no mercado livre (até um jipe Lada vermelho – bem comuna – ele adquiriu pela internet quando nem no Brasil estava). Odeia vender e ama trocar. Por ele, o mundo todo viveria na base do escambo.

Enéas ficou chateado quando fiz minha primeira tatuagem, sem ele saber, aos 15 anos. Depois passou a fazer outras futuras artes para minha pele. E aí ele também se tatuou (com alguns desenhos de gosto duvidoso). Antes de me mudar para São Paulo pedi que ele desenhasse algo que fosse minha cara. Ele fez essa pena de escrita que coloquei perto da mão esquerda, já que sou canhota.

Essa foi a primeira que ele me deu e está entre as minhas preferidas entre as mais de 20 que tenho. Ele fez um stencil desse desenho e pinta nos seus carros e motos que não andam.

Meu pai não liga para dinheiro, mas deveria. Ele é a pessoa mais bondosa, irônica e irritante que conheço. Muito do que há de melhor em mim veio dele.
Feliz aniversário, pai. Te amo profundamente e sinto saudades.

Captura de Tela 2020-07-09 às 03.51.04

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s