Quando penso no Carnaval

Lembro de poucas fantasias: baiana, havaiana, melindrosa - que os meninos da rua diziam que era de índia por uma única pena cor de rosa do acessório da cabeça, e me deixavam arrasada por não entenderem o quão legal era ser uma melindrosa. Lembro de bailinhos, confetes e serpentinas. Lembro claramente do gosto de papel … Continue lendo Quando penso no Carnaval