Crise dos 30

Aos 30 entrei em crise. Não que eu não fosse neurótica desde sempre mas, quando virei balzaquiana, parece que o peso da idade, das responsabilidades e da quantidade absurda de fios brancos que apareceram na minha cabeça me deixaram mais louca ainda. Fiz 31 e a crise não melhorou, diminuiu, passou, sumiu. Ela continua aqui, firme, … Continue lendo Crise dos 30

mimimi

Durante cinco anos estudei piano. Larguei e nunca mais toquei. Acompanhei o processo de apaixonamento do meu pai por partidas de tênis e joguei apenas algumas vezes. Nunca fiz cursos de pintura, nem estudei inglês desde cedo. Se eu for começar a escrever aqui minha lista de arrependimentos, creio que não a terminarei nunca. São … Continue lendo mimimi